Cotidiano

  • Marie Kondo na prática – o Antes e Depois da minha casa

    Nat Blima | 29 de janeiro de 2019

    No post de hoje vamos conversar sobre como funciona a metodologia de organização de Marie Kondo na prática. Será que realmente dá certo?

    Marie Kondo ficou mundialmente conhecida desde o lançamento de seu best seller “A Mágica da Arrumação“, livro que ajudou milhões de pessoas a encontrarem a felicidade através da organização.

    Apesar de já ter ouvido falar da fada Marie, eu nunca tinha pesquisado a fundo sua metodologia nem sabia quais eram suas dicas mais famosas. Até que a Netflix lançou a série “Ordem na Casa com Marie Kondo” e eu fui inesperadamente possuída pelo espírito “KonMari” e comecei a arrumar cada canto do meu lar.

    Marie Kondo na prática

    Antes de tudo, preciso dizer que não segui exatamente a ordem de arrumação que Kondozinha propõe. Entretanto as dicas de Marie funcionaram muito bem lá em casa, como vocês podem ver no vídeo abaixo, com direito a Antes e Depois:

    É impressionante como a gente otimiza o ato de se vestir simplesmente porque fez uma dobra diferente na roupa!

    Assistindo a série e testando o método KonMari na prática, consegui extrair algumas lições e vou compartilhá-las com vocês:

    1) Defina um lugar específico para cada coisa

    É importante que cada coisa na sua casa tenha um lugar específico para estar. Principalmente aquelas coisas que acabam sendo jogadas e nunca mais encontradas quando você mais precisa, sabe? Por exemplo pen drive, caneta, guarda-chuva, adaptadores de tomada etc.

    Quando cada coisa tem sua casinha, fica muito mais fácil não só encontrá-las, como também prevenir que se percam novamente. A organização também dura muito mais tempo dessa forma!

    2) Você precisa visualizar tudo que tem

    Uma vez que você consegue visualizar todas as suas coisas, fica muito mais fácil decidir o que fica e o que vai.

    Organizando a casa seguindo as dicas de Marie Kondo

    Na hora de se vestir, se você consegue visualizar tudo que tem, é provável que as suas roupas serão muito melhor utilizadas e isso reflita diretamente no seu estilo pessoal.

    Eu mesma, depois que organizei o closet, consegui fazer combinações que antes nem tinha pensado, simplesmente porque agora estava muito mais fácil visualizar minhas peças juntas.P

    3) A felicidade deve ser um fator decisor

    Simples assim! Você pega aquele objeto na mão e pensa: “Isso me traz alegria?” Se a resposta for não, agradece e deixa ir.

    Talvez essa seja a maior lição que Marie Kondo tenha nos deixado. Afinal a dica serve não só pra organização da casa, mas também pra organização da vida!

    PRODUTINHOS QUE NOS AJUDAM A ORGANIZAR A CASA

    * O Blah!Blog recebe uma comissão por cada compra que você faz através da vitrine acima. E agrade muito!

  • Passe a manhã comigo e bora bater um papinho

    Nat Blima | 25 de Maio de 2018

    Tinha um tempinho que eu não postava nada no canal do Youtube do Blah!Blog, coitado! Resolvi tirar a poeira essa semana e pedi lá no insta que vocês me deixassem temas para conversarmos.

    Os temas mais pedidos foram autoestima e como lidar com o luto. O resultado do bate-papo esta no vídeo abaixo, onde passamos uma manhã preguicinha e deliciosa juntas. Espero que gostem!

  • Como foi o primeiro workshop do Blah!Blog

    Nat Blima | 5 de abril de 2018

    Ai que post mais amor, gente ♥

    2018 mal começou e eu já tive a oportunidade maravilhosa de dar start em uma das principais metas profissionais que tracei pro Blah!Blog este ano: Atuar com palestras, workshops e aulas e assim poder compartilhar um pouquinho do que sei com quem estiver disposto a ouvir.

    Workshop na General Motors

    E o primeiro workshop ocorreu no dia vinte de março, na General Motors (também conhecida como Chevrolet, haha) em São Caetano do Sul aqui no ABC.

    O Blah!Blog foi convidado pela agência SugarLAB e palestrou juntamente com a Su Gargantini.

    Conteúdo da apresentação

    O objetivo principal da palestra era contar um pouquinho sobre a evolução do consumo através da chegada da Internet e mostrar, na prática, como os influenciadores digitais mudaram o mercado.

    Nosso público era composto por mulheres de 20 a 40 anos, atuantes na área de compras da GM. E graças a participação delas o nosso workshop foi mega dinâmico e divertido! Quase que uma conversa entre amigas, sabe?

    Como foi

    A principal razão do Blah!Blog existir pode ser definida por duas palavras: Compartilhar e Inspirar!

    E foi quase mágico poder compartilhar e inspirar AO VIVO! Poder ver a reação daquelas mulheres, interagir e debater com elas, mudar alguma opinião pré-concebida, acrescentar informações relevantes e inspirá-las de alguma forma foi realmente muito recompensador. Quero ter essa sensação muitas e muitas vezes nessa vida, hahaha! #mandaJobs

    Já faz um tempo que eu venho investindo mais em mim mesma, tanto na parte intelectual quanto na parte mais tangível. Desde uma consultoria de imagem até um curso de inteligência emocional e oratória, por exemplo. E esse primeiro workshop foi meio que a “formatura” de todos esses estudos.

    Agora sinto que estou preparada para dominar o mundo!

    Na imprensa

    Nossa palestra acabou saindo em vários veículos relevantes (veja aqui, aqui e aqui) e qual não foi a minha surpresa ao descobrir que a foto abaixo esta estampando a coluna social do jornal Diário do Grande ABC, a principal mídia impressa daqui ♥

    É pra matar papai de orgulho 😛

    As fotos lindonas são da Thais Benke! E você pode ver mais detalhes do look no post onde eu conto como escolher a roupa certa para cada ocasião.

    No mais, só tenho a agradecer!

    Beijos,
    Bliminha.

  • Você aprecia sua própria companhia?

    Nat Blima | 23 de março de 2018

    Comecei a escrever esse texto pro Instagram, mas aí me emocionei (pensei em mamis, né?)… Resolvi vir pra cá. Aqui cabe mais texto (e mais sentimento).

    Eu cresci em um lar bem cheio. Cheio de gente, de barulho, de energia e de amor. Minha mãe era, definitivamente, 3x mais virada no Jiraiya do que eu. Era tanta energia dentro do corpitcho daquela mulher que ela falava gritando HAHAHA.

    Quando a família da minha mãe se reúne, você acha que eles estão brigando, de tão alto (e de tão teatrais) que são. São capazes, inclusive, de conversar cerca de 3 assuntos ao mesmo tempo com maestria.

    Crescendo em um ambiente assim, eu passei cada vez mais a apreciar o prazer da minha própria companhia. E, por mais que eu seja uma pessoa de energia quase inesgotável, eu também amo o silêncio. Hoje gosto igualmente de estar sozinha e de estar acompanhada.

    Hoje eu me convidei para tomar um café comigo mesma. E eu aceitei, claro!

    É engraçado estar sozinha em um local em que todos estão acompanhados. Confesso que é até prazeroso! Eu sempre defendi a ideia de que pra você ser uma boa companhia pra alguém e para que as pessoas apreciem a sua presença, você precisa, antes, ser uma bom companhia para si mesma. Precisa se curtir, conversar com você e até mesmo auto entreter.

    Você já convidou você mesma para fazer alguma coisa legal? Se não, por que não? Já parou pra refletir sobre isso?

    Sempre que eu comento com alguém que fui ao cinema sozinha, recebo dois olhos arregalados olhando inconformados em minha direção. Imagina então o que esses olhos não fazem quando, além de dizer que fui sozinha, acrescento que amo ir, hahaha!

    Ao mesmo tempo, entendo que pra muitas pessoas talvez não seja fácil se fazer companhia. Seja pela falta de costume, pela falta de jeito ou até mesmo por ter sentimentos de solidão. Sem contar que quando a gente tá sozinha, acaba se conhecendo melhor, e pode acontecer, vez ou outra, de você não gostar tanto assim da pessoa que esta conhecendo.

    Em todo caso, acho que vale dar uma chance. Tem uma frase que eu gosto muito (e que aprendi na prática lá no intercâmbio) que diz que é impossível não gostar de alguém depois de conhecer a história dessa pessoa. Eu concordo! Sendo assim, você conhece sua história?

    Aliás, aproveito para deixar três objetivos de vida aqui: Sair para beber, pegar estrada e ir num show (sozinha, claro!).

    E você, já convidou você mesma para fazer alguma coisa legal? Se sim, foi bom se conhecer?

    Beijos,
    Bliminha.

  • Como é passar por uma Consultoria de Imagem – Minha experiência

    Nat Blima | 11 de agosto de 2017

    Hoje vou contar pra vocês, amicas belas, como é passar por uma Consultoria de Imagem!

    Antes de passar por essa consultoria, eu ficava imaginando como a metodologia funcionava na prática. Até porque toda referência que eu tinha desse trabalho foi construída com horas e horas de “Esquadrão da Moda”. E vamos combinar que jogar todas as roupas de alguém na lata do lixo pode até funcionar na TV, mas não é muito legal na vida real, hahaha!

    Sendo assim, resolvi gravar pra vocês, no estilo bem ‘sincerão’, como foi a minha consultoria de imagem. Afinal, a minha curiosidade pode ser a curiosidade de muitas amicas também, né?

    Como é passar por uma Consultoria de Imagem

    Rachel e Bliminha

    Como é passar por uma Consultoria de Imagem

    Provavelmente vocês conhecem minha amica Rachel Moniz (do @ApenasUmPalpite). Ela já apareceu no Blah!Blog uma outra vez, explicando como funciona uma Análise de Coloração Pessoal, lembram?

    Dessa vez aproveitei que Rachel ficaria alguns dias em SP e contratei os serviços de “Coaching de Estilo” (onde a gente identifica e lapida meu estilo pessoal) e “Closet Cleaning” (onde a gente analisa peça por peça do guarda roupa e identifica o que faz ou não sentido estar ali).

    Olha só como foi legal o nosso dia:

    Minha experiência

    Passar por uma consultoria de imagem era uma das minhas principais metas e objetivos para o ano de 2017. Então é sempre muito gratificante conseguir realizar um desejo que tínhamos a tanto tempo, né migs?

    O processo todo é um exercício muito poderoso de autoconhecimento. Aliás, esse era o motivo principal pra eu querer tanto esse serviço de “Coaching”. Eu sentia, há um tempo, que meu estilo pessoal não refletia a minha essência, sabem? E como eu me relaciono de uma forma bastante íntima com a moda, a roupa que eu visto PRECISA me representar de alguma forma.

    Então o papo com a Rachel foi todo baseado nisso, assim como a limpeza no guarda-roupa que fizemos logo em seguida. Aliás, tem um monte de peças novas na minha lojinha no Enjoei.

    Resumindo, a experiência foi ótima e cheia de amor ♥

  • Vida de Blogueira – Abril

    Nat Blima | 10 de Maio de 2017

    Mais um Vlog lindinho onde eu gravo alguns dias da minha Vida de Blogueira ♥

    Ai amicas, o Vlog desse mês ficou tão lindo, mas tão lindo! Levei 7 horas editando o bichinho, mas valeu cada segundo. Tô morrendo de orgulho dele e espero que vocês também gostem. Foi feito com muito amor, como tudo aqui no Blah!Blog.

    No vídeo vocês podem conferir como foi o Plaza Blog Meeting, cozinhar uns rangos comigo e me acompanhar em um dia cheio de eventos. Bora?

  • Dicas para aumentar a Autoestima através das Redes Sociais

    Nat Blima | 29 de março de 2017

    Eu acredito que dicas para aumentar a autoestima são sempre bem vindas!

    Então hoje vamos falar sobre como as Redes Sociais podem afetar a forma como nos sentimos e como podemos usá-las em benefício próprio.

    Dicas para aumentar a Autoestima através das Redes Sociais

    Separei 3 dicas especiais, que realmente funcionaram comigo, e que eu espero que funcione com vocês também. Você pode acompanhar o conteúdo no vídeo ou rolar a tela e ler o texto abaixo, como preferir, tá bom?

    Eu compartilho outros textos e vídeos sobre reflexões que faço na tag Pensamentos de Bliminha. Vale o clique se você curte assuntos como autoestima, autoconhecimento e amor próprio.

    As dicas para aumentar a autoestima através das redes sociais podem parecer simples, mas quando elas são aplicadas em conjunto e diariamente, fazem bastante diferença! Veja só:

    1) NÃO SIGA PESSOAS, PÁGINAS E PERFIS QUE TE FAÇAM MAL

    O fazer mal é relativo. Pode ser um perfil de fofoca, uma pessoa que faz você ter sentimentos negativos com respeito a você mesma ou que te cause inveja. Pode até ser uma amiga que você tenha um certo ressentimento ou algum assunto a ser resolvido, sabe?

    Seguir essas pessoas, no fim das contas, faz mais mal do que bem. O botão ‘Unfollow’ é uma verdadeira benção pra nossa autoestima!

    2) SIGA PESSOAS, PÁGINAS E PERFIS COM OS QUAIS VOCÊ TENHA AFINIDADE

    A maioria das pessoas usam as redes sociais para, obviamente, socializar. Mas o Instagram, Facebook e demais redes podem ser uma verdadeira ferramenta de inspiração pessoal.

    Sendo assim, procure acompanhar perfis com os quais você sente afinidade e identificação. Pessoas que, no fim das contas, te tragam sentimentos positivos e agreguem algo de bom na sua rotina.

    3) PROCURE GRUPOS PARA DISCUTIR ASSUNTOS RELEVANTES PRA VOCÊ

    O Facebook, por exemplo, esta cheio de grupos bacanas onde a gente se sente acolhida e com vontade de compartilhar e trocar experiências, sentimentos, inseguranças etc. Um espaço que eu particularmente gosto bastante é ‘Um papo sobre autoestima‘ das meninas do Futilidades.

    Mas o grupo pode ser no Whatsapp, no Google+ ou em qualquer outro lugar que você achar relevante. O importante é dividir pensamentos e ver, na prática, que estamos todas no mesmo barco e somos muito mais fortes quando estamos unidas.
    __________________________

    E você, tem outras dicas para aumentar a autoestima através das Redes Sociais? Se tiver, é só deixar aqui nos comentários ♥

  • Vida de Blogueira – Março

    Nat Blima | 23 de março de 2017

    Miguinhas, o primeiro vlog ‘Vida de Blogueira‘ foi tão bem aceito por vocês que agora vou fazê-lo com mais frequência, tá? Tô pensando em gravá-lo uma vez por mês, mas pode ser menos ou mais que isso. Tudo depende do quão interessante estará (ou não) a minha vida de blogueira, hahaha!

    NAT BLIMA NA SPFW

    O vlog desse mês foi todo gravado durante a semana de moda de São Paulo. Quem é blogueira sabe que não é nada fácil estar presente neste evento, então fico muito contente de mostrar os perrengues pra vocês.

    Espero que gostem ♥

    Mini Pensamentos de Bliminha – A sensação do ‘não pertencer’

    Quando eu olhava o SPFW de longe, ele realmente parecia MUITO LONGE de mim. Quase que em outra realidade, sabem? Talvez fosse o mesmo sentimento que hoje eu tenho com respeito à semana de moda internacional, por exemplo.

    Então é bem interessante ver como ele faz parte da minha rotina de trabalho hoje em dia… Dá pra perceber que aquela frase ‘somos do tamanho dos nossos sonhos’ é bem verdadeira. Pouquíssimas coisas são impossíveis quando você quer de verdade e esta disposto a trabalhar duro para que aquilo aconteça.

    Muitas vezes o maior obstáculo entre nós e os nosso objetivos é a nossa cabecinha, que tenta dizer que certas coisas ‘não são pro nosso bico’. Dentro da Bienal mesmo, eu pensava: “Meu Deus, o que eu estou fazendo aqui?”.

    Corredores da Bienal do Ibirapuera no SPFW Rampas da Bienal do Ibirapuera no SPFW

    Eu não sou entendida das modas, não sei fazer carão fashionista, não sei ser discreta muito menos falar e rir baixo. Não consigo segurar a minha espontaneidade. Não sei analisar tecnicamente um desfile, não tenho facilidade para identificar a inspiração de um estilista através de suas criações… Tá, mas e daí?

    Quem disse que eu não posso usar minha personalidade a meu favor e tê-la como um diferencial? Quem disse que eu não posso estudar e desenvolver um olhar mais apurado para a moda SE EU QUISER e SE EU ACHAR válido? 

    Acredito que a sensação de ~não pertencer~ deve afligir todas nós em um momento ou outro, então o autoconhecimento se faz ainda mais necessário. É a gente saber o que a gente é, o que a gente não é, e o que a gente quer ser. Assim, quando a dúvida bater, ela logo vai embora… 

    Quase tudo que vale a pena na vida dá muito trabalho e faz a gente duvidar da própria capacidade. O fundamental é não abrir mão dos nossos princípios e valores para se tornar algo que não somos.

    Ser fiel a nós mesmas é um dos maiores presentes que podemos nos dar. No resto, a gente dá um jeito.

    Beijos,
    Nat.

  • Comprar Lentes de Contato Online – Minha experiência!

    Nat Blima | 13 de março de 2017

    Será que é possível comprar lentes de contato online com segurança e preços mais baixos? Em resumo, já te digo que é possível sim! 

    No post de hoje eu conto pra vocês como foi minha (ótima!) experiência de compra na Minha Ótica Online.

    Comprar Lentes de Contato Online - Minha Experiência!

    Uso óculos desde que me conheço por gente. As lentes vieram depois, assim que percebi que o óculos escondia um pouco da minha maquiagem, hahaha!

    Então, quando a Minha Ótica Online entrou em contato comigo para fazer esse publi, fiquei super contente em poder abordar esse assunto aqui no Blah!Blog.

    Comprar Lentes de Contato Online

    Aproveitei que tinha uma prescrição fresquinha nas mãos e comprei minhas lentes novas no e-commerce da Minha Ótica.

    Assim posso compartilhar com vocês como é, de fato, comprar lentes de contato online.

    ATENDIMENTO DIFERENCIADO

    Em primeiro lugar, antes de comprar minhas lentes eu tinha uma porção de dúvidas. Principalmente sobre como preencher os campos para fazer o pedido corretamente.

    Comprar Lentes de Contato Online - Embalagem fechada Comprar Lentes de Contato Online - Embalagem aberta

    Assim entrei em contato por telefone com a Minha Ótica e enviei minha receita para eles por email. Então eles responderam no mesmo dia sanando todas as minhas questões.

    Nem preciso dizer o quão prático isso é, né migas? Resolver tudo sem sair de casa é um sonho, hahaha!

    PREÇOS MAIS BAIXOS

    Na maioria das vezes os preços online são, inegavelmente, mais competitivos do que o de uma loja física, certo? Mas, para ter certeza que o preço estava bom MESMO, pedi que uma amiga optometrista, que trabalha em um ótica, fizesse um orçamento das lentes que eu precisava.

    Comprar Lentes de Contato Online - Minha Experiência!

    Após receber a cotação, eu comentei sobre a Minha Ótica Online com ela. Ela rapidamente entrou no site e me respondeu dizendo que o preço estava excelente e que eu deveria comprar por lá, hahaha! Quem tem amiga sincera tem tudo nessa vida!

    ENTREGA E SEGURANÇA

    O que me deixou bastante segura ao comprar na Minha Ótica Online, além do atendimento diferenciado, foi ver que eles possuem uma ótima classificação no Ebit bem como uma política de troca bem tranquila e de fácil entendimento.

    Também recebi o pedido bem antes do prazo de entrega (eram 24 dias úteis e eu recebi em 14 dias úteis)! Mesmo com o feriado de Carnaval a entrega não atrasou. 

    Comprar Lentes de Contato Online - Minha Experiência!

    As lentes vieram super bem protegidas em plástico bolha e eu ainda tive frete grátis na minha compra.

    VARIEDADE DE PRODUTOS

    A Minha Ótica Online não trabalha somente com lentes de contato de grau. Eles também tem lentes de contato colorida, lentes de contato colorida e com grau e ainda acessórios para lentes de contato.

    Comprar Lentes de Contato Online - segurando a lente no dedo Comprar Lentes de Contato Online - Lente no olho

    É realmente o melhor lugar para comprar Lentes de Contato online ♥

    CUPOM DE DESCONTO MINHA ÓTICA ONLINE

    O pessoal da Minha Ótica Online também disponibilizou um cupom de desconto para nós, amicas! Eu mesma já usei o cupom na minha compra #soudessas

    O código “BLAH15” dá R$15 de desconto nas compras acima de R$149.

    RESUMINDO

    Minha Ótica Online é um dos sites mais recomendados para comprar lentes de contato e acessórios. Eles possuem um grande estoque disponível para pronta entrega e esclarecem todas as suas dúvidas se você entrar em contato com o SAC. Além disso, eles possuem medalha de Ouro na avaliação E-bit, isso quer dizer que os consumidores do site recomendam e voltam a comprar por lá sempre que podem.

    Sem dúvida, vale lembrar que é muito importante consultar o seu médico antes de comprar as lentes, mesmo aquelas sem grau.  Assim você consegue saber qual tipo será o ideal para suas necessidades, além de aprender a ter todos os cuidados necessários para a saúde dos seus olhos.
    __________________________

    E você, já tinha pensado em comprar lentes de contato online antes?

  • Hoje é aniversário do Blah!Blog

    Nat Blima | 1 de março de 2017

    Siiiiim migas! Há 3 aninhos, nesta mesma época, os primeiros posts e vídeos estavam sendo colocados no ar aqui no Blah!Blog ♥

    E, alinhada com minhas metas e objetivos para o ano de 2017, eu não poderia deixar esta data passar em branco, certo?

    Resolvi fazer esse post+vídeo contando pra vocês quais foram meus 3 principais aprendizados ao longo destes maravilhosos 3 anos como blogueira.

    3 lições que aprendi em 3 ANOS DE BLOG

    Eu trabalhei mais tempo no Blah!Blog do que em qualquer outro emprego que tive. Dessa forma, sinto que devo compartilhar algumas lições com vocês.

    Olha só como o vídeo abaixo ficou amorzinho:

    Os aprendizados do vídeo são mais voltados para empreendedorismo e carreira, então tenho certeza que serão uma fonte rica de dicas para blogueiras.

    Porém, mesmo que você não seja blogueira, tenho certeza que o conteúdo será benéfico e inspirador para sua vida também. Olha só quais são as 3 lições:

    Existem momentos em que só você vai acreditar em você. E tá tudo bem!

    Você deve ser sua maior incentivadora, já que em diversos momentos só você vai acreditar em si mesma. A verdade é que ninguém consegue te enxergar 100% e saber o que se passa nessa cabecinha. Ninguém conhece sua força e capacidade mais do que você mesma.

    Então não estranhe caso algumas pessoas tentem colocar empecilhos em seus objetivos. Somente você sabe onde é capaz de chegar!

    Você é quem define o seu valor

    Só você sabe o quanto o seu trabalho dá trabalho, ou seja, só você pode definir o valor dele!

    Não digo somente no sentido financeiro da coisa, mas também no sentido emocional, comportamental e profissional. Não se associe com marcas, empresas e pessoas que não enxerguem sua profissão e trabalho com o valor devido.

    Ser é melhor que ter

    Não abra mão do que você É para que você TENHA alguma coisa. ‘Ter’ deve ser consequência de um trabalho bem feito e honesto, não o objetivo dele.

    O TER não é sustentável a longo prazo – ele é bem passageiro, na verdade. Enquanto o SER é pouco mutável e é genuinamente verdadeiro.

    Abrir mão dos seus princípios e valores para ter algo não vale a pena!

    comemoração aniversário do blog

    Espero que o post seja útil e prático pra vida de vocês também, amicas! E espero que vocês tenham conhecido um pouquinho mais sobre a blogueira que vos escreve e meus princípios e ética de trabalho.

    Gostaria muito que você deixasse um presente pro Blah!Blog em forma de comentário aqui no post, que tal? Quero saber sua opinião sobre o que foi escrito ou até mesmo uma sugestão de tema que poderíamos conversar no próximo post de Pensamentos de Bliminha.

    E que o 4º ano de Blah!Blog seja ainda mais especial!